Bem-Estar Corporativo

Modelo de trabalho híbrido: conheça seus benefícios e desafios

27 de set. de 2023
Última alteração 9 de jul. de 2024

O trabalho híbrido, que combina atividades presenciais e remotas, tornou-se uma realidade cada vez mais presente nas empresas brasileiras. Com benefícios tanto para os colaboradores como para as empresas, esse é um dos modelos de trabalho preferidos pelos profissionais de hoje - e ainda mais valorizados pela força de trabalho brasileira.

O trabalho híbrido pode proporcionar o melhor dos dois mundos para profissionais que não querem aderir totalmente ao trabalho em home office nem continuar só no regime presencial. A experiência de trabalhar em casa não deixa de ser interessante, e o trabalho remoto se popularizou nos tempos da pandemia. Mas, mesmo na situação atual, o modelo de trabalho híbrido é o preferido de 69% das pessoas.

Para saber se esse modelo é o mais apropriado para a sua empresa, avalie as vantagens e desvantagens do trabalho híbrido e tome decisões que ofereçam um bom suporte à sua equipe na transição para esse modelo.

Faça parte do canal Wellhub Para Empresas no WhatsApp

O que é o modelo de trabalho híbrido?

O trabalho híbrido é uma combinação de trabalho remoto e presencial. Nesse modelo, os colaboradores podem escolher os dias em que querem comparecer ao escritório da empresa, assim como os dias em que preferem trabalhar de casa, em um café, um espaço de coworking ou qualquer outro lugar de preferência. 

Cada empresa deve personalizar o regime de trabalho híbrido de acordo com fatores como o tamanho de sua força de trabalho, as atividades que precisam ser feitas em equipe, as estratégias para engajar seus colaboradores e os recursos necessários para viabilizar o trabalho remoto, com possível atuação em horários flexíveis, por exemplo. A estrutura do modelo de trabalho híbrido deve ser definida com base nas características mais relevantes de cada organização, alinhadas aos seus objetivos e valores.

Tipos de jornada de trabalho no modelo híbrido

É possível implementar o modelo de trabalho híbrido com diferentes tipos de jornada e ambientes de trabalho. Cada empresa pode escolher o esquema ideal com base nas opções a seguir:

  • Trabalho remoto com presença pontual: esse é um modelo de trabalho remoto em tempo integral, mas que pode contar com idas ao escritório (ou outro tipo de visita presencial) de forma pontual. Em geral, as equipes se reúnem na empresa com pouca frequência — por exemplo, uma vez por semana ou a cada mês. 
  • Trabalho presencial com períodos em home office: esse modelo prioriza o trabalho em um espaço físico pré-determinado, mas permite que os colaboradores trabalhem em home office em certos períodos, geralmente de um a três dias por semana.
  • Trabalho híbrido em horário fixo: nesse caso, há uma jornada pré-determinada de trabalho dentro e fora do escritório. Por exemplo, a pessoa deve comparecer à empresa de terça a quinta-feira e pode trabalhar de casa às segundas e sextas. Um esquema definido de horários pode ajudar a diminuir o estresse no ambiente de trabalho.
  • Trabalho híbrido com flexibilidade de horários: esse é um esquema de jornada onde os colaboradores desempenham suas tarefas em qualquer combinação entre trabalho presencial e remoto. Cada profissional pode fazer o próprio horário e trabalhar no escritório ou em qualquer outro lugar com base em suas preferências pessoais.

A importância do trabalho híbrido para as empresas

O mercado de trabalho está em constante mudança, e as empresas que desejam se destacar precisam estar abertas a se adaptar às novas realidades. O trabalho remoto se apresentou como uma alternativa viável durante a pandemia, oferecendo diversos benefícios para as organizações e seus colaboradores. Mas junto a isso, também surgiram desafios como a falta de estrutura adequada, distrações no ambiente e o isolamento social, evidenciando que essa modalidade pode não ser ideal para todo mundo.

Nesse contexto, o trabalho híbrido surge como uma solução promissora, dando espaço para os colaboradores escolherem como, onde e quando preferem trabalhar. O modelo híbrido permite que os colaboradores escolham entre diferentes ambientes de trabalho, como o home office, o escritório da empresa ou espaços flexíveis e colaborativos de trabalho (ou coworkings).

Também existe o conceito de Anywhere Office, em que está liberado trabalhar em locais como na praia, no campo, em uma cafeteria, ou até em outro país. O profissional escolhe o ambiente que melhor se adapta à sua rotina e necessidades, buscando priorizar sua produtividade, criatividade e bem-estar. Vale lembrar que nesse formato, é importante que a empresa estabeleça políticas que guiem os colaboradores na sua escolha de local de trabalho, incluindo leis e regras locais (como de pagamento de salário e impostos, por exemplo).

O futuro do trabalho já chegou. O trabalho híbrido se consolidou como uma solução inovadora que oferece benefícios para todos. As empresas que desejam prosperar nesse novo cenário precisam estar prontas para abraçar essa mudança e adaptar seus processos e cultura organizacional a essa nova realidade.

Guia definitivo de RH.png

Benefícios de escolher o trabalho híbrido

A opção do trabalho híbrido, ou semipresencial, oferece uma série de benefícios, tanto para os colaboradores quanto para as empresas. Alguns deles são:

Aumento da produtividade

O trabalho fora do escritório pode estimular o foco nas atividades e tornar mais fácil recarregar as energias. Cerca de dois terços dos profissionais se sentem mais produtivos ou menos estressados no trabalho em home office. E consequentemente isso também pode ter um impacto positivo nos dias em que a equipe se reúne.

Melhoria do bem-estar

A possibilidade de escolher outro lugar para trabalhar pode contribuir para o bem-estar dos colaboradores de maneira integral. Como o trabalho híbrido também conta com momentos no escritório, as atividades colaborativas têm um papel importante para a equipe, criando um ambiente de trabalho psicologicamente seguro e saudável, onde é possível interagir pessoalmente com seus colegas e líderes.

Maior satisfação e menor rotatividade

Oferecer uma mistura de trabalho remoto e presencial pode melhorar a experiência das pessoas, além de demonstrar que a empresa valoriza a autonomia dos membros de sua equipe. Talvez seja por isso que mais de 70% dos profissionais de RH apontam o trabalho híbrido como fundamental para a retenção de talentos.

Maior engajamento e colaboração

A presença na empresa é uma oportunidade de melhorar as relações profissionais, aumentar a sintonia no trabalho e reforçar os laços de confiança entre a equipe. Essa também é uma tendência global, pois cerca de 67% dos colaboradores de diversos países querem contar com a flexibilidade do home office, mas avaliam que a colaboração presencial também tem um papel importante na jornada de trabalho.

Desafios do modelo de trabalho híbrido

O trabalho semipresencial pode ser uma ótima opção para a sua empresa, mas antes de fazer essa escolha, é importante avaliar alguns dos seus desafios. Veja alguns exemplos do que você pode enfrentar ao fazer a transição para o modelo híbrido:

  • Esgotamento da equipe: mais de 80% dos líderes de RH citam a exaustão emocional dos colaboradores como um dos desafios do trabalho híbrido. Algumas pessoas têm dificuldades em gerenciar o tempo e as situações da vida doméstica quando trabalham em casa, por exemplo. Para evitar o burnout da equipe, considere ajustar o cronograma ou oferecer algum tipo de suporte adicional através de programas de bem-estar.
  • Custos operacionais: as empresas devem contar com alguns gastos necessários para viabilizar o trabalho híbrido. Por exemplo, investimento em novas ferramentas tecnológicas, treinamento e ajuda de custo para o trabalho em home office, bem como a manutenção da infraestrutura para o trabalho presencial.
  • Logística: pode ser desafiador organizar e fazer a gestão de colaboradores remotos e presenciais, ainda mais quando a equipe atua em diferentes cidades ou países. Geralmente, as empresas têm que solucionar questões relacionadas à comunicação, horários de trabalho, reservas de mesas e salas de reunião quando os colaboradores estão no local oficial de trabalho.
  • Segurança: muitas empresas adotam medidas para proteção de dados, mas isso pode ser um desafio a mais na transição para o trabalho híbrido. Em uma pesquisa sobre governança corporativa, 35% das lideranças de grandes empresas destacam os riscos da falta de monitoramento para evitar vazamentos de informações confidenciais. Portanto, vale revisar e atualizar os protocolos de segurança de dados com maior frequência ao contar com uma força de trabalho semipresencial.

Bem-estar em foco no trabalho híbrido

Ao adotar um modelo de trabalho híbrido ou aprimorar o regime semipresencial em vigor na empresa, é importante não se esquecer do bem-estar dos colaboradores. Há muitas maneiras de promover a qualidade de vida profissional e pessoal de sua equipe, tanto para quem trabalha remotamente por mais tempo quanto para quem vai ao escritório na maioria das vezes.

Você pode incentivar a prática de meditação para evitar a fadiga com as atividades online e liderar pelo exemplo ao estimular a nutrição saudável no local de trabalho, além de oferecer um leque de benefícios flexíveis para que cada pessoa escolha como, quando e onde praticar atividades físicas conforme suas preferências.

O melhor de tudo: você não precisa cuidar disso por conta própria. Converse com um dos especialistas em bem-estar do Wellhub e conte conosco para criar um programa de bem-estar com foco no modelo de trabalho híbrido adotado pela sua empresa.

Fale com um especialista em bem-estar do Wellhub

Referências


Compartilhe


Wellhub Editorial Team

A Equipe Editorial do Wellhub traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.